amores expresos

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

MORDIENDO LA LENGUA

Anteontem, na linha do "ninguém me ama, ninguém me quer, ninguém me chama de Baudelaire," escrevi que eu tinha sido abandonado por meus contatos mexicanos, bem como havia descartado outros tantos "por falta de empatia".

Não é verdade. Todo mundo que eu procurei aqui, umas três ou quatro pessoas, entre mexicas e brasucas, me recebeu/beram de braços abertos e são pessoas da maior qualidade. Algumas delas eu acabei deixando de llamar porque, basicamente, moram longe e não são pessoas a quem se possa convocar de uma hora pra outra para um papinho informal no boteco da esquina, que é, aliás, a minha forma preferida de sociabilidade, no Brasil, México, Oropa, França ou Bahia.

Outros dois excelentes contatos do gênero "moçada", que eu gostaria de encontrar de novo, acabam de me mandar e-mails, um ontem, outro hoje, me convocando para "una comida" em casa de amigos e um lançamento de revista que deverá previsivelmente descambar numa alegre tequilada. Mordo, pois a língua. Reclamei de agenda e barriga cheias, só porque não tenho o amigo que quero na hora que melhor me apraz. Azar, meu rapaz. Reclamar, no más.

Quero falar de Teotihuacán e suas pirâmides del Sol e da la Luna, verdadeiramente increíbles. Mas está mais do que na hora de fazer minha lipoinspiração no Farolito, a deliciosa e barata taquería da rua Arquimedes. Después hablamos.

Arriba! Abajo!
Caramba! Carajo!

(ps: tks, Joca, amigo viejo, pelas estimulantes e defensoras palavras. Não tenho teu e-mail aqui no meu notebook. Me manda. Se estivesses acá para tequilar comigo, eu não estaria reclamando de nada.)

3 Comentários:

Blogger Ricardo Soares disse...

reinaldo, my friend... que puta boca livre hein véio ??? então foi esse o projeto que deu tanto pano pra manga pros invejosos ? e te botaram no méxico ?? que maravilha !... mescal, tequila, burritos e morochas...aproveite que vc merece... e aproveite pra dar uma olhada no meu blog de mortal...aqui de sp mesmo!!! abs e sucesso que vc merece... afinal tem uma pá de porcaria nesses amores expressos mas alguns nomes são de grosso calibre... uns nem escreveram nada ainda mas já se deram bem... eita mundão véio sem porteira
abs
ricardo soares

26 de setembro de 2007 23:51  
Blogger Beth disse...

Reinaldo, Chico me lembrou que estás aí e só hoje entrei no teu blog. Queria escrever um comentário inteligente, porém me diverti tanto que esqueci o comentário. Já estive no México e só captei os 500 años de invasão hispanica. Vc nós dá essa versão lírica e divertida del país de Malinche y Hernán Cortez.
Adorei.
Beth

27 de setembro de 2007 07:24  
Blogger Rodrigo M. Freire disse...

cá estou graças a inveja.
dando uma espieada.
arruda, meuc aro, arruda...
olho gordo é foda.

11 de janeiro de 2011 11:53  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial